Seja bem-vindo(a) ao meu Blog. Sou Mário Jorge Lima, e abaixo estão textos meus, apresentados como sermões, palestras, ou simplesmente frutos de minhas reflexões pessoais.

Sou pai dessas 5 moças ao lado, Mariana, Isabela, Júlia, Laura e Luíza, a quem amo mais que a mim mesmo. Quando escrevo sobre assuntos espirituais, quando apresento palestras ou sermões, é primeiramente para elas e pensando nelas que estou escrevendo e falando.

Esses textos, atualizados sempre que eu os crio, e para isso não tenho uma periodicidade definida, são o legado escrito que deixarei a elas, sem erudição, sem proselitismo, sem "filosofismos". São as coisas em que de fato creio e pelas quais hoje vivo. Se Deus me der o tempo e a chance necessários, ainda pretendo escrever um livro com estas reflexões. Se não conseguir, elas estarão pra sempre aqui nesse Blog.

OBS: As palestras são organizadas com as mais recentes sempre no Topo.

Postado em: terça-feira, 7 de junho de 2016

Pérolas Esparsas - 23 - THERE IS A QUIET PLACE

THERE IS A QUIET PLACE
01/02/2016

Hoje acordei bem cedinho, sentindo necessidade de uma quieta reflexão, de conversar baixinho com alguém, ou, melhor ainda, apenas sentir que alguém estaria lendo os meus pensamentos. Não quis acordar Helena, que, cansadinha, ainda dormia pesado. Chovia muito, e logo tive que levantar e levar minhas filhas para o colégio. Voltei e fiquei no escritório, tentando esvaziar a cabeça das preocupações do novo dia.

Nessas horas, dispenso a música, só quero ouvir o silêncio. Nem ler eu quero muito, prefiro fechar os olhos e pensar e lembrar nas coisas que já li. Queria muito era poder ouvir a voz de Deus, sem os ruídos do mundo e da vida. Queria ter o privilégio de percebe-Lo numa brisa suave, como Elias, ou de ouvi-Lo num redemoinho, como Jó, ou, quem sabe, de encontra-Lo na chama do fogão da cozinha, lembrando Moisés nas montanhas de Jetro, ou ainda de identifica-Lo numa gota de chuva na janela, a escorrer, ou no orvalho, como Gideão. Sinto paz.

E só depois desses momentos preciosos, quando então resolvo escrever esse pequeno texto, é que, embora cresçam os barulhos do dia, um carro passe na minha pequena rua à toda, e ferramentas de uma construção próxima se façam escutar, eu me permito ouvir alguma música.

E procurei uma, do início dos anos 70, There is a Quiet Place (Há um Lugar de Paz), da pena abençoada de Ralph Carmichael, e que, na minha opinião, é a mais onomatopeica de todas as composições evangélicas, pois, título, letra, melodia e harmonia se casam à perfeição, para nos dar a sensação exata de calma e de paz. Achei essa versão, antiga e bem próxima dos acordes originais que o compositor criou, sem rebuscamentos vocais que quebrem a reflexão. Tenham paz, e um bom dia a todos, bem próximos do Príncipe da Paz.

Heritage Singers: https://www.youtube.com/watch?v=6AUz9bXwvb8

Mário Jorge Lima./ /
São Paulo, 07/Junho/2016.

Autor: Mário Jorge Lima
São Paulo, 07/Junho/2016.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso [a salvação pela graça] não vem de vós; é dom de Deus.” Ef. 2:8.